Os adoráveis - Sarra Manning

17:26


Londres, mundo moderno. Mas bem moderno mesmo. Iphones, internet, redes sociais e adolescentes no meio disso tudo. Jeane é uma blogueira famosa, tipo (falando na linguagem dela), muito famosa. Tem milhares de seguidores no Twitter, escreve para o The Guardian e fez do seu blog, o Adorkable, um estilo de vida para outros adolescentes. Seu jeito espalhafatoso, suas roupas coloridas e chamativas, e sua coragem de falar tudo que pensa só aumentam sua popularidade. Ela tem só dezessete anos e o mundo a seus pés. 

Fora a vida de blogueira, Jeane tenta levar uma vida normal – dentro dos seus padrões de normalidade. Vai à escola, faz os deveres, tem um namorado, essas coisas. Mas na prática, ela é a garota com a vida mais anormal de todas as garotas que conhece. Mora sozinha, é emancipada, faz o que quer e quando quer, ganha seu próprio dinheiro e não precisa agradar a ninguém com seu estilo de vida. Quando se aproxima de Michael Lee, o garoto mais almofadinha da escola, ela revira os olhos por se deparar com alguém tão filhinho da mamãe e do papai quanto ele. Bom, a partir daqui já podemos deduzir que esse é um prato cheio para uma relação amorosa de livros, não é? Os opostos se atraem, a menina diferentona com o garoto certinho... quando eles se dão conta já largaram seus respectivos relacionamentos e estão se beijando no esconderijo atrás dos armários. 

No começo a relação dos dois é bem no estilo tapas e beijos. Discussão pra cá, encontros pra lá, Jeane colocando toda a sua arrogância para fora e Michael Lee se deixando levar pelo seu jeito espevitado que de alguma forma o atrai. 

Enquanto ele precisa cumprir uma lista de tarefas deixadas por sua mãe, Jeane se entope de doces no café, almoço e jantar e reluta em não arrumar a bagunça que é o seu apartamento. Os capítulos são intercalados nas vozes narrativas dos dois e enquanto um acha o lugar um verdadeiro chiqueiro, a outra acredita que aquele redemoinho de entulho é sua fonte de inspiração.

Apesar de ser um relacionamento clichê, o namorico de Jeane e Michael Lee tem lá suas peculiaridades. Não há romance açucarado propriamente dito. Declarações de amor, serenatas... nada disso. Aqui vemos dois adolescentes com os hormônios a flor da pele, certos do que querem fazer e por isso vão direto ao ponto. Tanto que a cena da primeira noite de sexo dos dois é narrada aos detalhes. Michael não é do tipo que dá flores e muito menos Jeane é do tipo que aceita. Quando eles percebem que estão de fato apaixonados um pelo outro muuuuita coisa já passou pelo furacão que é esse casal.

O foco da história, entretanto, paira entre a relação amorosa e as emoções pessoais de Jeane. Ela se autointitula uma dork – uma espécie de tribo – e dita regras de comportamento para seus seguidores, que nada mais são do que outros adolescentes que se reconhecem nela. Jeane prega a máxima de se aceitar como é e não ter vergonha das suas escolhas e vontades. Por trás disso tudo, porém, há uma menina solitária, que teve uma infância complicada, e de certa forma foi o pivô da separação dos pais e por isso precisa conviver com o fato de que cada membro da sua família vive em lugar diferente do mundo. 

Gostei de como esse conflito foi trabalhado e de como Jeane, no seu interior, soube reconhecer suas fraquezas e procurou ajuda. Por mais que seu desejo fosse ser uma pré-adulta madura, independente e cheia de si, ela conseguiu entender a importância de ter amigos, o valor da família e de que nada adianta ter milhões de seguidores no Twitter se não tiver com quem passar o Natal. 

É uma história que começa meio infanto-juvenil, mas termina como uma leitura indicada para qualquer idade. Muitos termos da internet são utilizados e alguns nem eu, no alto dos meus vinte e dois anos – sendo metade deles conectada – consegui entender. Jeane e Michael Lee não têm medo de ser quem são e vão encantar você.

Sobre o autor
Sarra Maning é escritora e jornalista. Iniciou sua carreira como autora no Melody Maker e então passou cinco anos na lendária revista adolescente britânica J17, a princípio como escritora, e depois como editora de entretenimento. Depois, editou a bíblia da moda jovem, Ellegirl UK, e a revista What to Wear, da BBC.


Título: Os Adoráveis
Autor: Sarra Maning
Editora: Novo Conceito
Ano: 2013
Páginas: 384
Avaliação do Skoob: 3.9
Avaliação do Blog: 4.0

Você pode gostar também

0 comentários

Onde Comprar

Facebook